AVALIAÇÃO PSICODIAGNÓSTICA

Realizamos avaliação psicológica e neuropsicológica, além de psicoterapia cognitiva e comportamental, com especialidade de atendimento a crianças e adolescentes com transtornos do neurodesenvolvimento.

PSICOTERAPIA

Realizamos psicoterapia cognitiva e comportamental para todas as faixas etárias, além de tratamentos em grupos por meio de Mindfulness.

CURSOS E ESPECIALIZAÇÕES

O Instituto Cognitiva oferece por meio de seus parceiros, cursos de especialização e cursos de curta duração, sempre pensando no que há de mais atual nas ciências cognitivas e comportamentais.

LOGO SITE

O INSTITUTO COGNITIVA

A COGNITIVA tem como objetivo a evolução de seus clientes, pacientes e colaboradores. Busca o aprimoramento de seus serviços prestados, estando sempre em contato com novas  tendências na área das Ciências Cognitivas. O modelo de Psicoterapia do referencial Cognitivo- Comportamental tem se mostrado um dos mais eficientes em termos de resultados em uma ampla gama de intervenções de psicólogos e psiquiatras, por isso acreditamos em nosso trabalho e pautamos nossa prática na ética profissional e compromisso com os nossos clientes, pacientes e colaboradores.

Trabalhando com ética e responsabilidade, desenvolve parcerias, dinâmicas e serviços, no intuito de melhorar resultados. Deste modo, a COGNITIVA utiliza-se deste referencial como meio de promover uma melhor qualidade de vida para as pessoas que buscam os seus serviços.

ESPECIALIDADES

Conheça nossas especialidades:

  • Avaliação Psicológica e Neuropsicológica
  • Psicoterapia Cognitivo-Comportamental
  • Consultoria escolar em educação emocional
  • Atendimento especializado a pessoa autista
  • Orientação e Treinamento de pais

TERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL

A Terapia Cognitiva Comportamental é  uma linha de psicoterapia proposta e desenvolvida pelo psicólogo Aaron Beck. Envolve um conjunto de técnicas e estratégias terapêuticas com a finalidade de mudança de padrões de pensamento. Seu modelo cientificamente fundamentado apresenta eficácia comprovada através de estudos empíricos. O tempo curto e limitado lhe confere a posição de abordagem de escolha em vários países. O processo pode levar de três a seis meses onde trabalha-se a criação de estratégias para lidar com o sofrimento. A primeira coisa que o terapeuta faz é encorajar seus pacientes a entenderem seus problemas para em seguida identificar novas formas de enfrentá-los.
A Terapia Cognitivo-Comportamental reinterpreta os elementos que geram emoção negativa. Tem como princípio básico à proposição de que não é uma situação que determina as emoções e comportamentos de um indivíduo, mas sim suas cognições ou interpretações a respeito dessa situação, as quais refletem formas idiossincráticas de processar informação. Com base nesse princípio e na hipótese de primazia das cognições proposta por Beck a Terapia Cognitiva busca a reestruturação cognitiva a partir de uma conceituação cognitiva do paciente e de seus problemas.
Reestruturação cognitiva refere-se à reformulação do sistema de esquemas e crenças do paciente através da intervenção clínica que, entre outras técnicas, utiliza-se do questionamento socrático a fim de desafiar esquemas e crenças disfuncionais, os quais, ao longo do desenvolvimento do paciente, tornaram-se rígidos e supergeneralizados.